Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VERSOS VERMELHOS

Versos
d'olhos avermelhados 
que d'água vertem
cascatas soluçadas.

Versos carnudos de lábios assimétricos, 
Versos borrados de letras desbotadas
Versos rimado de papel amarelado,
Não vê que é chegada a hora de partir! 


Jogar a ficha na limalha,
e a toalha na lixívia?

Porque não te perdoar?
Afaga teu legado e segue no por vir?

A gratidão nunca morou do lado!

SERRAOMANOEL - SLZ/MA - TRINIDAD - 01.11.2007.
serraomanoel
Enviado por serraomanoel em 01/12/2007
Reeditado em 17/08/2008
Código do texto: T760185

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
serraomanoel
São Luís - Maranhão - Brasil, 57 anos
1502 textos (158822 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 18:50)
serraomanoel