Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONHO DE GAROTO

SONHO DE GAROTO


Inicia assim
como brincadeira de criança,
o garoto querendo empinar a pipa
e o vento que não quer colaborar.
Que chato!
Desse jeito não posso brincar.
Até que de repente
a brisa travessa do fim da tarde
vem soprando, descendo a colina
pra ajudar a refrescar a noite,
balançando as folhas e os galhos,
tirando as pétalas das flores.
Aproveita agora moleque,
que a pipa  vai a pino!
Solte a linha até esvaziar o carretel.
Nesse brinquedinho a relação se estabelece,
sentimento interessante:
você está tão longe, mas também na minha mão,
deixo ir e trago de volta
quando quero para o chão.
Meu folguedo de papel,
você passeia pelo céu segurando a minha mão,
distante, pairando entre as nuvens,
os meus olhos brilhando de excitação,
o peito cheio de satisfação,
dou linha à imaginação.
Quando tiver uma mulher
vai ser assim também,
como você e eu,
vou amá-la tanto e tanto,
da parte dela também a mim.
Minha cúmplice companheira,
ligados pela linha do amor.
Uma linda namorada só pra mim,
lá no alto minha querida vai estar,
com a liberdade que os amantes devem ter,
soltando a linha pra ela sonhar
trazê-la de volta, pra juntinho de mim ela ficar.
Mario Rezende
Enviado por Mario Rezende em 25/11/2005
Código do texto: T76137

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mario Rebelo de Rezende). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mario Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
689 textos (50928 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:57)
Mario Rezende