Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CAMINHANDO SEM DESTINO

      Andando para nenhum lugar,
      Meu coração está cansado...
      Dessa selva de pedras,
      Desistindo de lutar...
     
      Já não acredito que amores aconteçam
      Ou, talvez, que permaneçam...
      Roubaram meu amor,
      Não entendo o que é amar.

      Na ferida aberta, repousa a saudade da felicidade, que um dia acreditei vivenciar.
      Quem sabe um dia, nova razão encontrarei...
      Terreno arenoso do meu peito, alguma flor há de brotar!
      O tempo...
      O tempo não pára, o relógio da vida indica que a noite é longa, e o dia talvez nem chegue a raiar.
      Nessa escuridão vou caminhando, lágrimas me acompanham...
      Solidão como estrela-guia, não aponta em nenhuma direção.
      Apenas uma fagulha me faz respirar, o desejo de sobreviver nesta jornada, vendo alguns raios de sol...
      Reaprendendo o Amor,
      Reaprendendo a Amar...
DENA FÉLIX
Enviado por DENA FÉLIX em 25/11/2005
Código do texto: T76310

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
DENA FÉLIX
Santa Barbara D'Oeste - São Paulo - Brasil
220 textos (6625 leituras)
2 áudios (350 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:24)
DENA FÉLIX