Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dor que alucina

De onde nasces dor que alucina
Entristecendo a minha alma,
Que já sem a desejada calma
Perde a sua luz que foi divina.

Porque a paz assim termina
Esfregando na pele o trauma,
Da desilusão que bate palma
Diante da lua que não ilumina.

Choro tão alto o meu pranto
Quase transformado em rancor
Pelas garras desta minha dor,

Perdeu-se a vida seu encanto
Quando transformado em vapor
Levado foi pelo vento meu amor.
Jeff Condol
Enviado por Jeff Condol em 03/12/2007
Código do texto: T763623
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jeff Condol
New York - New York - Estados Unidos
802 textos (112102 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 03:45)
Jeff Condol