Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O CASTELO DA RAINHA - Para o grande poeta ACAS

No tempo em que não havia Motéis, os bordéis funcionavam em pequenas casas, sempre no centro das cidades ou em bairros específicos...

Dia de tumulto
Jurisconsulto
Toca a campainha
Atende-o o mordomo da rainha...
Minutos após, alheio à confusão
Vai o cirurgião tocar a campainha
Atende-o o mordomo da rainha...
Sem ter conhecimento do delito
Chega o delegado aflito
E toca a campainha
Atende-o o mordomo da rainha...
Outros personagens chegam ao castelo
Uns mais famosos outros belos...
Tocam a campainha
Atende-os o mordomo da rainha...
De repente, tiros, gritos, correria
As alcovas repletas de casais
Nos colóquios habituais
...De rendez-vous tão famoso e rendoso
Desde muitos ancestrais...
Nem percebem a morte da rainha
Que jaz no reino do Nunca Mais...
Ricardo De Benedictis
Enviado por Ricardo De Benedictis em 04/12/2007
Código do texto: T763933

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo De Benedictis
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, 77 anos
1237 textos (279098 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 04:42)
Ricardo De Benedictis