Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CLARIVIDÊNCIA

Não sou perfeita.
Assumo a condição
de uma enorme privação
que me deixa tolheita.
Quem me espreita
me percebe insatisfeita.

Há fendas profundas em mim.
Espaços vazios  em senão.
Careço da razão plena, amena,
quando me domina a emoção...
Falha-me o sentimento
quando me enfrento,  assim.

Sigo desequilibrada
por insuficiente ponderação
entre o que sou
e o que desejaria ser.
Falta-me, no viver, precisão:
ausento-me. Por  transgressão.

Na essência,
desminto a aparência.
Não sou autosuficiente
tampouco consistente.
Sou impermanente.
Clarividência: sou deficiente.

(para o tópico Poesia on-line - Forum - mote: Deficiências, de Mário Quintana, em 04/12/07)
linameirelles
Enviado por linameirelles em 04/12/2007
Código do texto: T765124

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Lina Meirelles http://linameirelles.zip.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
linameirelles
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
692 textos (13542 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 20:21)
linameirelles