Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Insônia II

Minhas pálpebras estão pesadas
Não tenho sono
Será que eu conseguirei dormir?
Não sei
Mas acho que o que estou sentindo é sono

Cigarro
Meu ultimo cigarro
Tenho que aproveitá-lo bem

Um gole de álcool cairia bem
Não consigo dormir

E a caneta deslizando sobre o papel
Poesia
Estou escrevendo uma

Ainda assim não consigo dormir
Mas que sono!
Será que me tornarei Fred o morgado?
Risos!
Falando Serio!
Maldita insônia!!!
Anjo Enfermeiro
Enviado por Anjo Enfermeiro em 04/12/2007
Código do texto: T765132
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Anjo Enfermeiro
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
198 textos (6743 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 04:03)
Anjo Enfermeiro