Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sou...

Sou o sonho que o outono canta
Na quietude da noite seu pouso

Constante, inviolável e sempre terno
Seu beco e única saída...

Sou um pouco de insanidade
Extensão invisível de mim mesma

O Vão para sua felicidade intransponível
Seu amor silencioso...

Talvez, eu seja assim,
Um pouco de tudo a espera
De viver ao lado seu
por toda minha vida...

Sem culpa alguma plagiarei canções
E grandes historias de amor

Sonolentas ou vibrantes,
Que acompanhem o pulsar do meu coração

Assim, vou vivendo esse amor mudo
Anestesiado e sufocado pela sua ausência

Devo emudecer ou me calar?
Não...sentimentos assim são para sempre,

Inesquecíveis.
Luciana Bruder
Enviado por Luciana Bruder em 05/12/2007
Reeditado em 13/05/2012
Código do texto: T765830

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luciana Bruder
Maringá - Paraná - Brasil
212 textos (7068 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 06:01)
Luciana Bruder