Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O ÍNDIO, O POBRE E O NEGRO

Nas escolas da vida
a maré mansa não quer baixar,
vem logo uma professora
querendo uma vida avaliar. 

Não crê na balburdia,
dita meramente popular,
viver em favelas se torna
assunto para se descriminar. 

Vêem-se direto na televisão...
Grandes exemplos de educação,
dados por esses alunos ricos desta nação. 

Mas o pobre que é sempre
maldito não tem mesmo
nenhuma condição.

Vê-se literalmente
a voltar pra sua favela
com certa determinação. 

Faz-se maldade com a população,
leva sempre a culpa o índio, o pobre
e o negro por vadiação.

Até quando, até quando...
Esses governantes medíocres
poderá dar um jeito de aferir
a todos com a mesma educação!

Desculpem, escrevi essa crônica 
sem precisar ver nenhuma descriminação.
O índio, o pobre e o negro são as mesmas 
vitimas nesta região.
Alexandre Oliveira
Enviado por Alexandre Oliveira em 05/12/2007
Reeditado em 16/01/2008
Código do texto: T765844

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Alexandre Oliveira - www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alexandre Oliveira
Cabedelo - Paraíba - Brasil
2551 textos (229705 leituras)
2 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 19:57)
Alexandre Oliveira