Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A APRENDIZ E O POETA - IV (Série)


Não deixou recado
Nada lhe disse
Apenas se foi, com o vento
Tão frágil estava, carente
De um amor companheiro

O poeta triste ficou
Pensando ela ser especial
Inteligente e capaz
De entender que o coração do poeta
É morada para várias musas

Mas há de ser ela, ainda aprendiz
Ainda por entender
As razões da vida
A culpada pela distância?
Culpada por desejos alheios?

O poeta nada lhe ofereceu
Não poderia...
O comprometimento com palavras
Já basta
Para celar este amor infinito

Agora o poeta se cala
Diante da fuga insana
Dos versos, da inspiração
Procura pela sua doce musa
Há de encontrá-la em cada flor, nos jardins
Aprendiz de Mulher
Enviado por Aprendiz de Mulher em 26/11/2005
Código do texto: T76614
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aprendiz de Mulher
Viamão - Rio Grande do Sul - Brasil, 39 anos
67 textos (5411 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:38)
Aprendiz de Mulher