Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No Mar...



Lavam-me as palavras
como as ondas lavam a areia...
Lanço ao vento meu canto
para que notes a tua sereia...

Meus olhos verdes
faíscam à procura dos teus,
na orla de ponta a ponta,
mas a noite te esconde dos meus.

Na solidão do meu mar
o meu coração que se fecha,
por medo ou glória de amar,
volta às águas escuras feito uma flecha...

E nessa irreal realidade soturna,
sou eu, apenas uma sereia noturna!







TRANSPARêNCIA
Enviado por TRANSPARêNCIA em 06/12/2007
Reeditado em 12/11/2009
Código do texto: T766773

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Suavidade). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
TRANSPARêNCIA
Campinas - São Paulo - Brasil
732 textos (39462 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 06:21)
TRANSPARêNCIA