Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESVIO

Tu me chamas de senhor e imploras o meu perdão,
Mas não és capaz de perdoar o próximo.

Tu andas dizendo que me amas
E vais ao meu encontro através de orações,
Porém desvias ao entregar o coração ao meu amior inimigo.

Tu procuras a paz de arma em punho,
Com o coração repleto de ódio, desespero e vingança.

Tu buscas o amanhã cheio de esperança,
Entretanto devastas florestas,
Envenenas ar, rios e alimentos,
Exterminas animais
E aniquilas minhas crianças.

Tu passas por mim todos os dias e não me vês,
Todavia eu continuo batendo à tua porta
À procura de abrigo.
Entretanto se quiseres me ver
Verás que eu estarei sempre à tua frente
Com a mão estendida
Pedindo um pedaço de pão
Para matar a fome.
Carlos Melgaço
Enviado por Carlos Melgaço em 06/12/2007
Código do texto: T767307

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Melgaço
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, 59 anos
1128 textos (33115 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 01:51)
Carlos Melgaço