Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Naval, pó...

Naval, pó...
Ponto pra se ficar só
Feito fio de arame
No parapeito do prédio
Crime, tal,
Perda e pecado capital
Ninguém sabe
Quem manda de verdade
Naval, conto...
É só mais um ponto
Pra civil & militar
E mais um mandar matar
Crime, remédio,
Outro oriente médio
Lá vem outra bomba
Se tiver trancada, arromba
Naval, parada...
Outra noite, batida,
Tem mais um morto
Sobra prego, frio & torto,
Acabou a saída.

Peixão89
Profectus Gardens - 1988
Peixão
Enviado por Peixão em 24/03/2005
Reeditado em 08/07/2009
Código do texto: T7679
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120253 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:50)
Peixão