Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONHOS

 
Sonhos
Ciducha
 
Do tempo das coisas perdidas
trago fantasias de mim.
Não resisto ao devaneio, entretanto...
como querer-me jovem e deslumbrante
se me faço antiga, sempre!?
 
Diga-me que no azul do horizonte
fica a casa em que nasci, cresci
e que morrer é voltar para casa
tão conhecida dos meus pais, e de mim.
 
Preciso continuar a te amar
para que haja paz nos meus sonhos
jardins com muita sombra, frutos, pássaros
e água pura correndo na fonte...
 
Preciso também de uma capela
enfeitada com rosas brancas
de pureza e paz...
uma para cada amigo que amei
e que não vejo mais...
 
Então sim, eu estarei de novo viajando
indo ou voltando..
nessa magnífica viagem de trem
que é a vida!
 
21/06/2007
 
 
Ciducha
Enviado por Ciducha em 07/12/2007
Código do texto: T767913
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ciducha
São Paulo - São Paulo - Brasil
221 textos (10248 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/17 23:59)
Ciducha