Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUERIDO!

Querido!
Ciducha

Querido, dá-me agora
um novo credo,
um novo alento,
nesse meu momento!

Querido, dá-me agora
a esperança tanta
que brilha
no fundo do teu olhar!

Dá-me os sentidos
que adornam os teus dias,
a força tanta,
no rumo do teu andar...

Dá-me agora, querido,
um sentido novo...
Tira-me desta angústia,
para que eu possa te navegar!

Santos, 05/10/2007


 
 
 
 
 
 
 
 
   
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

 

 

 

 

 
Querido!
Ciducha

Querido, dá-me agora
um novo credo,
um novo alento,
nesse meu momento!

Querido, dá-me agora
a esperança tanta
que brilha
no fundo do teu olhar!

Dá-me os sentidos
que adornam os teus dias,
a força tanta,
no rumo do teu andar...

Dá-me agora, querido,
um sentido novo...
Tira-me desta angústia,
para que eu possa te navegar!

Santos, 05/10/2007


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Querido!
Ciducha

Querido, dá-me agora
um novo credo,
um novo alento,
nesse meu momento!

Querido, dá-me agora
a esperança tanta
que brilha
no fundo do teu olhar!

Dá-me os sentidos
que adornam os teus dias,
a força tanta,
no rumo do teu andar...

Dá-me agora, querido,
um sentido novo...
Tira-me desta angústia,
para que eu possa te navegar!

Santos, 05/10/2007


 






































































 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

Ciducha
Enviado por Ciducha em 07/12/2007
Código do texto: T767926
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ciducha
São Paulo - São Paulo - Brasil
221 textos (10243 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 19:07)
Ciducha