Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Eu aqui...Você aí



Um sol ardente, um sonho,
(Talvez tristonho, pálido? ).
Tão cálido!...Grande!...
Assim...Deixou-me...caído
Ferido...Foi!...Gigante
Ante a dor...Sem gemido...

Meu sol...se apagou. Pranto!
Os cantos são ouvintes...
Requinte!...Dor suplanto!
Um manto...Pena...Um acinte...
Nada transmite...E o encanto?
Resta o espanto que se omite!

Aqui estou...Apagada,
Magoada...Mão fria...
Na agonia sob o céu,
Estou ao léu!...Cada dia
Ludibria a luz. É o véu
Desse fel...Da utopia!

Estou aqui, sim! Sem alma
Na dor calma e serena...
Pequena, não! A palma
Da mão espalma um M,
Geme mesmo maiúsculo.
Mas esse Eme... Nada teme!

Sigo aqui...Você aí
Um gari...De carinhos!
Menininho mimado...
Atolado em seu mundo
Tão fundo de si mesmo...
Anda a esmo, iracundo!

Você está aí, só...
Uma mó...esquecido,
Perdido nesse nó...
De dó...Mas é sabido:
O ruído dos seus ais
Faz-me chorar sentido!























.





MVA
Enviado por MVA em 07/12/2007
Reeditado em 08/12/2007
Código do texto: T768050
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar o meu nome e meu site: www.marlenevieiraaragao.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MVA
São Paulo - São Paulo - Brasil
1956 textos (195327 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 11:37)

Site do Escritor