Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Do bater do relógio...

Do bater do relógio
Passado ficou o café
Corre-corre do dia
Atravessa
Pára, para um pequeno descanso,
Põe a pique
Volta a correr
Até o fim
Acabou o dia
Não.
Ia acabar depois
Fim, era começo de esperança,
Nem lotação ou demora
Incomodava
Até que veio, feito baque,
Acabou de vez a
Alegria
Não adianta chorar
Mas não tem
Razão também
Para sorrir
E aí, acabou o dia,
De vez.

Peixão89
Saídas - 1984
Peixão
Enviado por Peixão em 24/03/2005
Reeditado em 28/06/2009
Código do texto: T7681
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:07)
Peixão