Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VÉSPERA DE NATAL

 


VÉSPERA DE NATAL

Mário Osny Rosa

Peru a ave mais histórica
Que todo o povo comemora.
Que sempre morria na véspera
Da ceia da ceia de natal.

Com a evolução tecnológica
Peru não morre na véspera.
O peru chega já congelado
Logo mesmo vai ser assado.

Peru que tomava um porre
Antes de ser sacrificado.
Hoje morre eletrocutado
No corredor glorificado.

Na noite de natal só se come
Peru assado a Califórnia.
Nessa hora todos matam a fome
Numa farta ceia de natal.

São José/SC, 26 de novembro de 2.005.
morja@intergate.com.br
www.mario.poetasadvogados.com.br

Asor
Enviado por Asor em 26/11/2005
Código do texto: T76820
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Asor
São José - Santa Catarina - Brasil
1677 textos (36847 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:26)
Asor