Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como a garça

 A garça que voa,
 sobrevoa a água parada
 e procurando o peixe  para comer,
 tem que pousar e andar à procura
 do alimento que lhe dá o sustento e
 vai garantindo a sobrevivência.

 A beleza da vida reside na garça,
 que em encantos e graça, sabe viver.
 Com sua plumagem tão branca tão alva,
 sem preocupações  com o amanhã.

 Se seca a  água,alça vôo
 E,das alturas,procura.

 No seu visual restrito, a alma
 nunca planeja, porém sabe enxergar,
 onde há o alimento para si e para
 o rebento que tem que criar.

 Como a garça que voa
 em plenas alturas
 o urubu também está à procura,
 da alimentação, dejetos do mundo,
 a podridão que lhe garante a vida
 e a procriação.

 A garça ensina o homem a viver,
 sem saber o porquê.

 com clara plumagem,
 com  pernas compridas, andando nas águas,
 sempre nas rasuras, está à procura,
 sempre atenta ao alimento.
 O peixe que nada não sabe do perigo que corre,
 pois pode morrer a qualquer momento
 e servir de alimento
 ao próprio irmão.

 Qual garça que voa,
 meu canto destoa,
 sem a sinfonia.

 E, no mundo em que vivo,
 eu sinto a agonia do meu dia-a-dia.
 Procurando viver no mundo de normas,
 pautado em rumos e com isso sofro,
 por ver sofrimento no mundo do meio.

 Não podendo voar em meu corpo físico,
 vôo em espírito nos píncaros mais altos,
 com meu pensamento.

 O corpo que me guia entorpece os sentidos
 e sofro calado.
 Pensando o por quê de tal sofrimento,
 embora atento, não sei encontrar
 o motivo sem ver o sorriso,
 maldoso e safado,
 que vejo nos lábios brotar.

 Não posso explicar o que sinto,
 mas sinto e isso me basta.
 É isso o que importa,
 não o julgamento de outro,
 igual ou pior.

 Em plenas alturas nas asas do espírito,
 observo o mundo em que vivo.
 E aflito sorrio.

 Sorriso forçado

                e lágrimas que correm,

                                      para cair no vazio.

11/08/82


Vanderleis Maia
Enviado por Vanderleis Maia em 28/11/2005
Código do texto: T77377
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vanderleis Maia
Imperatriz - Maranhão - Brasil
1412 textos (110800 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 16:02)
Vanderleis Maia