Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VOLTEI


Trazendo as amarras
elos que não findam
 amores sonhados
reencontrados
na impossibilidade
de todas as paragens
ser vivido
intensamente
lado a lado.

 Hoje recolho meus retalhos
sigo meu caminhar só
como sempre fui
na esperança de um dia planar
esse infinito mundo de paz
onde possa sentir a brisa serena

 suave
a tocar em meu rosto
como o toque do verdadeiro amor.

Muito ainda a aprender
de ser  amar
 assim irei seguindo minha estrada
lentamente
com passos cansados
 com esperança
dentro do coração,
 é  minha essência
nunca desistir
 deixar a luta
 parar no estático
 no vazio de nós.

Volto hoje
 lentamente minhas amarras
serão libertas
 aqui estamos para esse fim.
Liberdade total de nós mesmos
Com o amor que tudo floresce
 encanta  nosso viver.

Hoje volto ao mundo
não de lágrimas  dores
mas de uma serena paz
que é viva dentro de mim
e alimenta o meu ser.




ZEL
Enviado por ZEL em 28/11/2005
Código do texto: T77523
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ZEL
Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil, 69 anos
311 textos (33936 leituras)
8 e-livros (803 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:37)
ZEL