Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANDO SE FALTA A FALA

Fico meio de lado.
Jogada, num canto...
Talvez esperando, ser convencida...
Ser percebida, por não falar....
so quero me calar.. mais uma vez...

E nada pode fazer com que tudo novamente mude,
Não adianta, se eu não quero me acomodar,
Fico meio de lado,
Jogada... Numa parede, encostada...
Esperando alguem me chamar...

Olho o meu espelho,
O que vejo é solidão.
Mais carente este pobre coração.
Quando se falta a fala,
Eu me prendo e me escondo,
Pra não ter que encarar.

Vejo que as coisas mudam,
Vejo que o tempo passa,
Eu já não me reconheço
Num reflexo envelhecido....
Vejo que o mundo gira,
Vejo que a chuva cai,
E eu nem me incomodo,
Nem me movo do lugar....

Sinto que as pessoas me olham,
Talvez não me ignoram,
Mas eu, fico sempre do mesmo jeito...

Os olhares não me distraem,
As palavras me perceguem,
Mas as minhas não passam da garganta...

Então...
Quando se falta as palavras,
e a fala não vem.
Mais uma vez,
Fico no sossego,
Com meu medo,
De não ser ninguem...

Daiane Rodrigues
Enviado por Daiane Rodrigues em 28/11/2005
Código do texto: T77924

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Créditos (criação): Daiane Rodrigues. - Não é permitido usar esta obra para qualquer fim sem a permição da autora.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Daiane Rodrigues
Américo Brasiliense - São Paulo - Brasil, 27 anos
392 textos (25457 leituras)
1 áudios (108 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 08:04)
Daiane Rodrigues