Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desprezo em Súplica e Delírio

Uma lágrima
É tudo o que terás
Por tal desprezo.
Uma única lágrima
Será teu triunfo,
Pois não merece
Nada mais
Do que esta
Ínfima recompensa.
Tu que ocultaste
Tua face,
Teu brilho
Aos dilacerados
E carcomidos campos.
Entregues ficaram a tua saga.
Nada floresce.
Qual tamanha é
A falta deste Sol.
Oh! luz radiante
Vinde a nós,
Mortais que somos,
E inunda
Com seu fulgor
Nossa carne
Sedenta de calor,
Sedenta de vida.
Tire para longe
Esta umidade sufocante,
Pois não queremos
Nunca mais chorar
Por tua nefasta presença.

Nunca deixe em falta, o teu brilho. Ele, intenso, refaz iras e torna  tua vida um tanto mais suave. Purifique teu brilho, irradiando tua felicidade. Aos desatentos, basta uma lágrima.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 25/03/2005
Reeditado em 18/07/2006
Código do texto: T7797
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 56 anos
3231 textos (120199 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/16 10:29)
Peixão