Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMPO PARADO


  O relógio bate descompassado.
  Meu coração desordenado abriga calmaria.
  Nada novo, só os dias que risco uma um no calendário.
  Estou ouvindo essa tal felicidade na voz de Tim Maia
  e sigo relembrando.
  Quem dera o tempo pudesse desatar o nó
  que embolou nossos destinos.
  Ah, se pudesse entrelinhas, reescrever nossa história.
  já brinquei de cirandinha, de pular corda, rodar pião.
  Mas quero mesmo é brincar de Deus e ressucitar nossa
  paixão. Recriar, rejuvenescer, voltar no tempo
  ha tempo de renascer.
  Criar um mundo novo, crescer livres e tão puros.
  Sem dogmas, sem cultos, pelos campos de um paraíso
  sem fruto proibido.
  Congelar na tela do tempo
  um momento mágico de felicidade...
  e que esse tempo parado servisse
  de espelho para a humanidade.
  Bate meu peito descompassado - Soa a campanhia
  eu saio das entrelinha para atender o portão.
  Mas não foi você que voltou e eu digo baixinho:
  - Fica quietinho coração.

              Laura Duque
 
Laura Duque
Enviado por Laura Duque em 28/11/2005
Código do texto: T78003
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Laura Duque
Cabo Frio - Rio de Janeiro - Brasil, 48 anos
294 textos (23187 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:31)
Laura Duque