Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Triste dia

Triste dia, com certeza,
eu, ali, no fórum, sentada àquela mesa,
frente-a-frente com meu passado.
Nem ousei olhar pro lado...
Para aquele que, junto a mim, um dia, sonhou;
planos teceu; dias e noites dividiu;
acreditou que para sempre seria...
Hoje, armado de punhal letal,
fez-se de meu algoz
e, como animal feroz,
atacou-me com mentiras,
tramóias e covardias.
De repente senti que em mim algo morria:
era o ódio que por ele sentira,
pela covardia e mal que me fez, um dia,
restando-me, apenas, a indiferença,
único sentimento que pode ele merecer.
O ódio morria, porque, lá fora
daquela sala de audiência,
esperava-me com ansiedade, carinho e amor
aquele que fez meu coração reflorescer,
minha força, minha estrela-guia, meu bem querer,
dando-me a certeza de que, por pior que seja o dia,
 haverá, sempre, um novo amanhecer!
 
Barra do Garças, MT - 19/12/03
 
Vanderli Medeiros
Enviado por Vanderli Medeiros em 23/12/2004
Código do texto: T782
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vanderli Medeiros
Barra do Garças - Mato Grosso - Brasil, 50 anos
145 textos (29485 leituras)
2 e-livros (252 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/16 01:55)
Vanderli Medeiros