Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Se me resta solidão,...

Se me resta solidão,
que fazer?
Se me restam outras esperas,
aqui ficarei com ela.
Se pouco se importam,
o que me importa também??
Ainda restam muitas páginas em branco,
esperando também por alguma coisa,
esperando por uma palavra que seja,
por um fraco rabisco.
Não irei me lamentar,
nem é justo comigo mesmo.
A estrada continua aberta, sempre aberta,
também esperando a passagem,
minha, sua, de tantos outros.
E como naquela litania,
olharei pelo caminho que fez
e prosseguirei lívido,
ou algo parecido.
Se me resta solidão,
ela sempre foi minha companheira.
Se me restam novas esperas,
novas são as experiências.
O Jardim continuará bem cuidado,
pois essas flores nada devem ao mundo.
E tudo estará bem no ano que vem,
mesmo que ele comece no meio de um que já está andando.
Se eu posso esperar,
outros também ficaram pelo caminho.
E a paciência é a minha maior vitória.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 25/03/2005
Código do texto: T7821
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120251 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:20)
Peixão