Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHA VIDA UM LIVRO ABERTO! (I)

Sonetos do poeta Malume(Manoel Lúcio de Medeiros)


Minha vida é um livro aberto, nada tenho a esconder,
O que escrevo por perto, por longe vão sim saber!
Não escondo de ninguém, nem mesmo os meus sentimentos,
O poeta é uma pessoa, que escreve os seus momentos!
 
Talvez alguém ache estranho, o meu jeito de agir,
Revelando até segredos, minha vida em seu sentir,
Mas a vida é poesia, na letra que se traduz,
Que se transforma em história, trazendo sempre uma luz!

Por isso amado leitor, este é o meu costume,
Talvez eu seja esta planta, que não passou pelo estrume,
Ou talvez por falta dágua, tenta sim, sobreviver!

Mas não arranque os meus galhos, já bastam os meus espinhos,
O sol nasceu para todos, cada andorinha em seu ninho,
Perdoe-me, pois, meu dizer, mas me ajude a viver!


Direitos autorais reservados.
Malume
Enviado por Malume em 29/11/2005
Código do texto: T78212
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Malume
Fortaleza - Ceará - Brasil
452 textos (16877 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:33)
Malume