Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHA VIDA UM LIVRO ABERTO! (II)

Sonetos do poeta Malume(Manoel Lúcio de Medeiros)


Minha vida é um livro aberto, cada página, uma história,
Aprendi sofrer na vida, mas sempre tive a vitória,
As pedras que me jogaram, já me serviram de escora,
Através delas subi, não joguei nenhuma fora!

Aprendi ser humilhado, sem responder este alguém,
Ouvi palavras grosseiras, mas não feri a ninguém,
Apenas observei os que me lançaram pedra,
Aquilo que mais me doeu, foi deles, eu ver a queda!


Por isso não se glorie, no sofrimento alheio,
Todo burro apanha muito, até usar seu arreio,
Mas nossa vida é uma escola, se aprende até sem querer,

Aquele que mais ensina mais coisas tem pra fazer!
Não gosto de me exaltar, mas fico no meu cantinho,
Este é meu jeito de ser, mas não me deixe sozinho!


Direitos autorais reservados.
Malume
Enviado por Malume em 29/11/2005
Código do texto: T78216
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Malume
Fortaleza - Ceará - Brasil
452 textos (16874 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:41)
Malume