Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Terás razão...

Terás razão
Os pecados são todos meus
Como o grão
Que nasce e morre
Do trigo ao pão
Que dirá, noutra virada de página
Não tereis mais direito à vida
Amargo refrão
Criança amparada
Em cada nota do coração
Um bobagem de tempos e céus
Encobrindo penhascos, miúdos véus
Odes da situação
Liras da morte
Choros em marcos, sem balão
Terás razão
Os pecados são meus.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 25/03/2005
Código do texto: T7829
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120251 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:05)
Peixão