Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poencanto

De Terras de Portugal,
que me viu nascer,
vim para Terras do Brasil
e aqui espero morrer.
Pelo amor que lhe tenho -
a esse Brasil,
que tem nome de mulher-,
até a morte parece menos vil,
por isso, enquanto ela me quizer,
eu serei dela e ela, minha mulher.
 
(05/12/04)

Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 23/12/2004
Código do texto: T784
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 50 anos
2622 textos (66675 leituras)
22 áudios (937 audições)
13 e-livros (541 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:58)
Jorge Humberto