Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mesmo nesta noite morna..

Mesmo nesta noite morna
Onde pouco foi apreciado do bom da vida
Pela falta de atenção destes novos tempos
Na calada da noite
Cá com minha solidão
Outra lata na mão
Outro cigarro queimando no alto
Joe Cocker cantando Beatles
E o coração chorando de novo
A cerveja está ficando amarga
O cigarro mais intragável
O gosto na boca não tem os seus beijos
Nem o calor do seu corpo eu sinto nas mãos
Nm voz me resta para gritar
Como se pudesse valer alguma coisa
Sobra a noite morna
Sobra o pouco que posso apreciar
Desse que é o bom da vida
Todos os meus sonhos.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 25/03/2005
Código do texto: T7866
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 56 anos
3231 textos (120196 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/16 00:27)
Peixão