Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Há algo esparso no ar...

Há algo esparso no ar
Pouco se vê nesta luz opaca
Mesmo com o choro úmido da chuva
Saltitando em pequenas gotas
Desenterrando linhas de ilusão
Já falaram tantas coisas
Até um cheiro de luz
Mas uma porta
Se fechou violentamente
Esta porta que tanto me incomoda
Você calada, deitada, dormindo
Passa ao largo desses momentos
Como um momento, fosse apenas mais um
Nada vê esparso no ar
Nem mesmo esta luz opaca
Talvez apenas o choro
Úmido choro da chuva
Sem o cheiro daquela luz
Impressa em cada momento
Como uma galeria de sentimentos
Ofuscados pelo brilho do sono
Mesmo que não sejamos justos.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 25/03/2005
Código do texto: T7885
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 56 anos
3231 textos (120199 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/16 03:38)
Peixão