Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tem um sinal de luz pairando no ar...

Tem um sinal de luz pairando no ar
Um som mágico que faz bater mais forte
São estrelas rodando na cabeça
De qualquer um
As manchas do passado se esvaem
Como brilham os sentimentos
Aflorando fundo na alma
Castigada de emoções
Ah! como brilham esses olhos
O brilho que é mais do que mágico
Concentrando sensações
Que pulsam na palma da mão
Tomado sem força
Mas com o gosto do doce proibido
Dado debaixo dessa chuva
Que cai mansa sobre os ombros
Não se sente nada da chuva
Que passa pelos olhos semi-cerrados
Adocicando a noite desse quase outono
As mãos se unem como uma nota simples
E a música flui nesse sentido ambíguo
Do toque tocado, um cântico
Espalhando-se como aquele cinza sobre o chão
Da fumaça apagada do cigarro
Ao lado do copo, que caindo sem direção
Que lapso de pensamento
Sem tirar o brilho desses olhos
Aprende-se a esperar por um futuro
Onde o amor rege as atitudes
Espantando aquele tic-tac do relógio
Proibitivo do tempo, incriminando mais um beijo
Da hora de amanhã
Mas os olhos baixam a guarda
Para lembrar o fim próximo da noite
Na virada do dia-noite
E outro beijo dado, tão molhado como os primeiros
No calor dos corpos, das mãos entrelaçadas
Um tremor a mais da emoção
O êxtase pede um clímax
Que palavras explicam esse ato
São tantas emoções
Observadas detalhe por detalhe
Do som mágico que fez, faz e fará
Bater sempre mais forte
Este sinal de luz pairando no ar
Tomado no olhar retido sem sombra
E nus.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 25/03/2005
Reeditado em 28/03/2005
Código do texto: T7892
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:31)
Peixão