Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ritos & Maresias!

Afrodite ou Juno, Vênus em acácias,
Ramas para novos incensos raros
Tão cara é minha Ilha de tantos sonhos
Que desta nau mal espero o chegar
Lépidas ondas no noturno céu
Espera a alva alvorada entre anseios
O tocar estes lábios em doces seivas
Marcas distintas do sal as faces
Ninfas borbulham pela varanda selvagem
Atiçando as labaredas e entre os caldeirões
Outros assados para assentar todas a fome
Enquanto o esguio corpo se banha em sais
Na espera de todo o meu teso corpo
Venha minha praia de tantas alegrias
Que tocar teus seios nus em beijos ternos
Lavrar os labores de idílio louco e insano
Que o mar me tragou nesses tempos de silêncio
Vergas batem na constância do mar com a pressa
Sedas marinhas e damascos frescos
Ao toque da manhã que se aporta
O salto que falta para alcançar os teus braços
Preparados & confeitos para o resto do dia
Na calmaria que domo o coração escaldante
Todos os suspiros suspensos pela ausência
Na semana que me aguarda a Ilha amada
Para os deuses, vinhas da nova safra,
Para o corpo, tua calma que a espera curte,
 
Delfins indicam que o Porto se aproxima, e com ele o bom da vida!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 30/11/2005
Reeditado em 30/12/2006
Código do texto: T79208
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120254 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 06:59)
Peixão