Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O POEMA

Fazer um poema é como matar a sede
com o último copo de água, em dia
de cáustico verão.
É como o derradeiro palpitar do coração.
É como o botão de uma camisa que se
soltou e que jamais voltará a ser pregado.
É como uma meia sem par, perdida em
uma floresta de gavetas.
Um poema é pura e inútil magia:
único em sua individualidade...
e que tem em si, única e fatal beleza.
lisieux
Enviado por lisieux em 25/03/2005
Código do texto: T7923
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lisieux
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 61 anos
394 textos (14454 leituras)
3 e-livros (409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:14)
lisieux