Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Somos Aqueles que Morrem de Amor

Somos os magos do absurdo,
Os arquitetos da fantasia.
Queremos sempre saber de tudo,
Fazer do mundo uma poesia.

Buscamos sempre o que não podemos,
Os caçadores da perfeição.
Perdemos vidas e não morremos,
Não temos alma, nem coração.

Somos o tempo perdido no espaço.
Vivemos nas sombras que a noite oculta.
Guerreiros de pedra com peito de aço.
Somos poetas, não temos culpa.

Aqueles que vêem o que mais ninguém vê.
Temos a chave do portão do infinito.
Tristes profetas do não saber.
Fazemos silêncio diante de um grito.

Só nós conhecemos a verdade mais pura.
Contamos sorrisos num mundo de dor.
Portamos um vírus pro qual não há cura.
Somos aqueles que morrem de amor.
Doador de Poemas
Enviado por Doador de Poemas em 02/12/2005
Código do texto: T80154
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Doador de Poemas
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 38 anos
42 textos (1358 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:06)
Doador de Poemas