Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Talvez o maior susto,...

Talvez o maior susto,
Talvez algo até maior,
Talvez o pequeno gosto do prazer
Em cada noite, mesmo sem estrelas
Mesmo sem todos os aparatos
Mesmo em precárias condições
Tudo pelo prazer.
O susto vai passando devagar
Algo maior ainda está por vir
E o prazer é sempre intenso
Seja qual for à noite ou dia
Seja qual for o aparato
Seja qual for a condição
Tudo é prazer.
Que só dói, doída demais
Quando separamos num breve adeus
Para caminharmos apenas com a boa lembrança.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 26/03/2005
Código do texto: T8024
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120251 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:34)
Peixão