Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Esperança na escada!

Poetas são mesmo assim,
Tiram de uma cena, um retrato,
Lembranças às vezes lá do passado,
Colocam muitas vezes as lembranças de lado,
E descrevem novamente o fato!

Em ver tua foto na escada,
Lembrei dos meus primeiros namoros,
Namoros de escada!

Namorados viam nas escadas de prédios,
Um refugio para os olhos mais curiosos,
Lá na escada, confissões, juras,
Emoções de um amor de criança,
Ficavam protegidos os tempos todo.

Mas em umas poucas vezes,
Algum irmão enciumado, subia as escadas devagarzinho,
E roubava a cena do beijo roubado, dos jovens namorados...

Quando vi aquela escada em tua foto, lembrei-me,
Das primeiras namoradas e dos namoros impetuosos de minha juventude.
Só isso.E mais nada!

Poetas são assim mesmo...
Para conviver com eles, é preciso aprender entendê-los,
São mentes sensíveis, observadoras que buscam,
Nos pequenos detalhes da vida,
Em mágoas do passado ou em agonias...

Motivos pra um comentário, imaginam coisas...
Cometem até poesias!






























paulo cesar coelho
Enviado por paulo cesar coelho em 03/12/2005
Reeditado em 15/02/2006
Código do texto: T80473

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
paulo cesar coelho
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
2587 textos (469538 leituras)
57 áudios (6063 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 17:47)
paulo cesar coelho

Site do Escritor