Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PÔR-DO-SOL



1
E o sol se deita no horizonte, quer dormir na noite iminente,
Numa despedida etérea, imerge sem palavras no infinito incolor,
Sua ofegante luz foca os céus de prata em mais um retiro terreal,
Raios vermelhos, amarelos, e lilás se perdem na distância lítica,
Que em segredo adormecem nos pomares verdes dos montes azuis!
2
Enquanto despoja da tarde, o fulgor da sua imensa luz,
A beleza e o bem-estar levitam num palco geológico,
Onde a fantasia celeste, mergulha nas profundas águas marinhas!
No campo fértil, lírios batem palmas com folhas clorofiladas,
Numa festa ecológica que ecoa no calor que se dissipa ao vento!
3
Uma nuvem cinza corta o olhar solitário dos vales,
Enquanto um véu multicor cobre o mar para dormir,
E a tarde beija a terra ciana, desejando-lhe uma boa noite!
Enquanto a sombra e a tranqüilidade pressagiam a paz solar,
Os túmulos sepultam a luz que morre entre as montanhas!
4
Os passarinhos cantam o hino da despedida e do adeus!
O medo de voar pelas sombras da noite, recolhe-os aos galhos!
A natureza multicor borda o espetáculo do pôr-do-sol!
Enquanto pétalas diurnas se fecham no crepúsculo da tarde,
Flores noctívagas se preparam para o cio noturno!
5
Nas asas do sol, os raios de luz se transladam no ocaso,
E lentamente o sol se põe como um ovo em seu ninho,
Vai chocar as esperanças para um novo dia que virá!
O amanhã nascerá assobiando a melodia dos ventos matinais,
Enquanto a noite gélida fugirá nas rochas e escarpas!
6
E o dia resplandecerá um novo horizonte tropical,
Onde a terra e o mar se enamoram na distância!
O ar respirará profundamente os gemidos da terra grávida,
Que dará luz a um novo dia no hospital da aurora,
E o sol nascerá queimando as trevas da vida fugaz!


Direitos autorais reservados!
Malume
Enviado por Malume em 04/12/2005
Código do texto: T80782
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Malume
Fortaleza - Ceará - Brasil
452 textos (16873 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualizaçăo em 08/12/16 12:48)
Malume