Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INTROSPECÇÃO

Aos vinte anos, achava que aos trinta estaria velha, matrona.
Passei a querer realizar tudo....aos vinte.
Casei, tive filhos, me diverti, tudo muito corrido, como se a vida aos trinta
Fosse perder a beleza.
Aos vinte e sete disse: - Não quero ter mais filhos, preciso vê-los crescer,
A vida passa rápido...Parei!
Aos vinte e nove estava começando a ver que aos trinta, seria apenas
Uma mulher com um ano a mais – A vida continuava bela.
Aos trinta, dei uma grande guinada: Fiz concurso público, passei, e...
Aos trinta e dois comecei a trabalhar como servidora pública.
A vida continuava bela, e eu, mais do que nunca, querendo viver.
Aos trinta e cinco, sentia-me poderosa: - Estava tão bela quanto aos
Vinte, com uma leve diferença: - Estava mais feliz que nunca.
Aos quarenta...Puxa! Como a vida é maravilhosa!
Gostaria de poder ser mãe novamente, estou na melhor fase da vida. Tenho saúde, gana para viver e feliz.
Aos quarenta e um – O que pode ser melhor que a maturidade?
Aos quarenta e dois.... Fiz o vestibular para Comunicação Empresarial e passei.
Aos quarenta e três... Estou cursando a faculdade e adorando o curso. Estou mais renovada.
Olho para trás e confesso que estou hoje na melhor fase de minha vida.
Vejo as filhas crescidas, sinto-me madura para dizer se gostaria de ir ou vir, se gosto ou não de algo.
Tudo isso eu agradeço à Deus.
 
Adi
Enviado por Adi em 05/12/2005
Código do texto: T81303
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Adi
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
325 textos (43465 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:29)
Adi