Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Despedida!



Quando meu corpo fala,

Me atenho a ouvi-lhe os lamentos.

Ele clama um aconchego.

Implora um afago...

A falta de um beijo, teu.

Bocas que se aproximaram na rima.

E sedentas se buscam nos versos de nós.

Prelúdio de um beijo, louca sim,

Para me perder numa boca!

Sim, cega no meu desejo,

Querendo achar um motivo,

Para continuar sorrindo,

Pois o arfa do peito aflito,

Quer sentir uma mão ativa e nua,

A capturar-me a vergonha,

E me fazer sonhar!

Ouço meu corpo murmurar...

Nunca foste na verdade meu,

Não se pode doar,

O que não se tem... e não te pertences.

Não ignoro minha fragilidade,

Te quero egoisticamente...

Mais traduzindo tuas palavras,

Te sinto triste e ausente,

E meu egoísmo latente,

Morre na mente, dando lugar de repente,

A necessidade de te ver sorrir... novamente.

Se dá o velório do corpo,

Morte da alma no rosto...

Tristeza infida aniquila e me fala... calma.

Fé abalada...fuga de espírito em disparada,

Perdido a procura de abrigo,

Lembra daquele sorriso, antigo, amigo...

Agora ele chora, não pensas?

Respiro bem fundo e liberto um sorriso,

Acalento meu peito, não te quero aflito.

Quero ver tua escrita bendita, bonita e firme

Na verdade impressa a felicidade da tua verdade.

Pertences a outra, tua musa, tua busca.

A natureza do teu inverso, expressa no verso,

Morre se perto de um amor descoberto... as vezes tão perto.

Não percebeste o valor.

Agora chora de dor,

Não posso suportar tua dor.

Volta para ela amor.

Saberei esquecer meu tormentos

Viver um  eterno  lamento.

Sem presa, sou descoberta, vivo de sentimento.

A tristeza fomente a inspiração,

Que alimenta minha alma de poeta,

Basta !

Já silenciei meu corpo,

E sigo a estrada,

Nem desejo, sem nada,

Afinal ainda posso fazer,

Amor comigo, sozinha, na madrugada!


Observadora
Enviado por Observadora em 05/12/2005
Código do texto: T81352
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Observadora
Salvador - Bahia - Brasil, 50 anos
487 textos (27393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:21)
Observadora