Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0212 - Além do amor


 
Ouço passos além da margem,
neste lado da vida tem sol,
d'outro, teu lado, lua.
Se não estás, não me importa o caminho.
 
Chegarás quando o sol se pôr,
nunca depois do sono frio sem paixão,
declaro que jamais sonharei com outra,
palavras, não só palavras, minhas juras.
 
Guardarei para ti meu gosto, também
os cheiros das beiras de nossos corpos,
as sombras que deixamos jogadas ao chão,
junto as roupas misturadas a restos de prazeres.
 
Bonito não é fazer as vontades, é a paixão,
assim como me queres, assim como voltas,
todas as noites vêm os sonhos, antes frios,
amor... hoje somente teu, um dia somente meu.
 
Correm luas, passam estrelas, vivem e morrem,
todos os corpos mudam, um para outro,
quero o coração tomado de qualquer maneira,
os quereres ficam colados do lado de dentro,
a alma, nua e pura, fica entre um e outro adeus.
 
07/04/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 28/03/2005
Código do texto: T8205
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116251 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 14:01)
Caio Lucas