Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como a lua

Sentimentos não nasceram
Para serem mortos,

Nem para serem corrigidos
Quando nascem tortos,

Nem para serem lavados
Se lhes faltar brancura,

Nem para serem sufocados
Se lhes faltar ternura...

Sentimentos não nasceram
Para serem escondidos,

Nem para serem coagidos
Quando são retrácteis,

Nem para serem redargüidos
Se lhes faltar resposta,

Mas para serem como a lua:
Nua, clara, exposta.

07 de dezembro de 2005
Teco Sodré
Enviado por Teco Sodré em 07/12/2005
Código do texto: T82074

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Teco Sodré
Salvador - Bahia - Brasil, 38 anos
274 textos (12540 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:34)
Teco Sodré