Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÁGUA

ÁGUA

Mário Osny Rosa

Água da fraternidade que brota das mãos do Criador,
Chuva é quem molha a planta no coração do sertão.
No solo seco e árido rega a sua plantinha com amor,
E ainda ameniza o calor e sacia a sede do cidadão.

Água é vida, água é amor,
Na vida árdua do sertão.
Vive e sofre com o calor,
Mais parece uma solidão.

Sertanejo que faz com amor seu casebre é ousadia,
A água vai buscar coloca num pequeno dique.
Só com água a terra amassar e rebocar sua moradia,
Que sofrimento fazer uma casa de pau-a-pique.

Desde o império aos nossos dias a seca castiga o sertão,
Que desafio! Até hoje impera... nesse país sem solução?
Nasce e morre o sertanejo, caatinga e cactos não secarão,
Todos sempre prometendo um dia dar água para o irmão.

Enquanto no oásis do sertão o rico vive em sua mansão,
Tem água em abundância, nem sabe o que é sofrimento.
Colhe frutas de todas espécies que vão para exportação,
Pobre em sua choupana, que tristeza vive em desalento.

Florianópolis, 02 de maio de 2004.
*direitos autorais reservados*
morja@intergate.com.br
Asor
Enviado por Asor em 07/12/2005
Código do texto: T82134
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Asor
São José - Santa Catarina - Brasil
1677 textos (36854 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:31)
Asor