Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ODE AO CARMA


ODE AO CARMA



Caminhei pela estrada do passado sem saber até quando,
Num vácuo adusto, onde multidões de almas olhavam num espelho infiel, [esse espaço noturno dava as costas,
O céu estrelado mostrando o infinito, as casas, as pessoas, as cidades, [as outras almas que cumpriam penas, davam-nos as costas...
Haveria de ter um certo dia, em que tudo isso que deixamos nesse mundo
De provação seria refeito...
Encontraríamos a nossa alma gêmea e com teríamos muitos momentos
[de ternura, de encanto, de devaneio, de frenesi...
Era o momento tão esperado e, esse momento divino, há muito tão desejado,
[nos dá as costas, falha.

Deixando-nos sem prazer, sem futuro, sem aconchego do amor...
Caminhei por essa estrada durante muito tempo, sem objetivo  definido...
As almas, que habitavam esse mundo etéreo,
Habitantes extintas de um passado remoto, passado de culpas, futuras almas
[do mundo futurista...
Lançaram um forte cantar de estímulo, numa ária ao futuro de todas almas [gêmeas...

Nos ouvidos de outras dimensões, de outros mundos, esse cantar se fez ouvir Como uma ordem, como um mandamento...
Depois de muito caminhar, pude entender os desígnios do Criador,
Que estavam esquecidos por mim...

Ao chegar, perguntou-me: - Que procuras aqui?
Aprender como viver entre os seres – respondi.

... criança, dos pais perdida, por que queres habitar outra dimensão?
Quero encontrar outra chance, quero cuidar do meu carma, terei de fazer por
[ele a transmigração da força geradora do destino.
Esse é meu desejo, entre os diversos momentos da vida da alma dos homens.*
Agora sim, que está a par dessa sabedoria e já navegas num vasto oceano, és
[como um pássaro solto a voar pelo infinito...
Voando faminto, buscando atingir um mundo bem mais próspero.

*O carma nas filosofias da Índia, é o conjunto das ações do homem e suas conseqüências.  Unem-se às diversas teorias de transmigração da alma, e por meio dele se define as noções do destino, do desejo como força geradora do destino e do encadeamento necessário, por força desse dois fatores, em muitos momentos na vida humana.

L. ALBERTO SIMON
  adv_simon53@yahoo.com.br
Luiz Alberto Simon
Enviado por Luiz Alberto Simon em 07/12/2005
Código do texto: T82145
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luiz Alberto Simon
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 64 anos
12 textos (345 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:46)