Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tapetes do asfalto

Pobrezinhos os bichinhos
Que são abandonados
Sem abrigo
Sem carinho
São sempre maltratados.

São os gatos e os cachorros
Perdidos ou não queridos
Que perdem a vida num sopro
E no chão ficam estendidos.

E a pressa e o descaso
De muitos cidadãos
Faz com que o bichinho fique
Estendido lá no chão.

É muito comum você ver
Nas ruas, calçadas , estradas
Bichinhos atropelados
Que perdem a vida ao acaso
Passando a ser daí em diante
Os tristes tapetes do asfalto.

Augusta Schimidt  ( Poesia & Cidadania )
24/03/05
11.00hs
Augusta Schimidt
Enviado por Augusta Schimidt em 28/03/2005
Reeditado em 28/03/2005
Código do texto: T8247

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Augusta Schimidt
Campinas - São Paulo - Brasil, 66 anos
366 textos (530272 leituras)
4 e-livros (6928 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/10/16 07:23)
Augusta Schimidt

Site do Escritor