Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LONGE PRA CACETE

Longe,
alguém disse,
é um lugar
que não existe.
Não sei quem
foi o inventor
desta menção triste.
Não existe o escambau.
Tô longe pra cacete,
longe de tudo que gosto,
e não tem truque, macete:
tô longe e ponto final.
Tô sozinha,
tô largada,
esquecida,
tô ralada,
emputecida.
E não me console
que eu não quero.
Vou dar murro na parede,
sair na porrada
e no berro.
Não existe o escambau.
Tô longe e pau da vida.
Longe.
Ponto final
Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 08/12/2005
Código do texto: T82494

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Denadai
Caracas - Distrito Federal - Venezuela, 54 anos
722 textos (154011 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:04)
Débora Denadai