Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olho para o copo no balcão...

Olho para o copo no balcão
Suado, suado, tal qual a garrafa
Olho para as minhas mãos
Limpas e secas, tal qual a memória
Mas quando penso no mundo
Suado, suado, tal qual a miséria
Penso em como somos sórdidos
Limpos e secos, tal qual os canalhas.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 28/03/2005
Código do texto: T8251
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:57)
Peixão