Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Altas temperaturas...

Altas temperaturas
Algumas frases de efeito
Sobras paralelas sobre a cama
Um doce, outro pensamento
Veja quanto tempo já passou
Você perdeu o brilho no olhar
Como pode esconder o corpo
Haja temperatura
Na impaciência para esperar
Nem você sabe o que quer
Tampouco imagina
O que não tem feito
Sei que me desagrado
Você também, a tudo e a todos
Do que você se esconde?

De mim sobram tentativas
Luz sobre a água, tão verde, plantas
Aquele Jardim ainda é vivo
Chuva ao cair da tarde de novo
Tanta água lavando o passado
A negativa são só para os meus erros
Se errei em tudo, onde acertei?
Não tem mais beijos tão apaixonados
Você não é uma velha cansada
E eu de velho nada tenho a temer
Para rasgar fantasias, outro doce
Alguma luz infinda, outros tons
Toda a irritação vai para uma folha
Em branco, lágrima perdida.

Estamos buscando outro diálogo
Fases de frases sem inteligência
Abertura de frestas noutras freguesias
Estou passando em casa de novo
Tem uma luz abrindo a geladeira
Outra chuva no cair da noite
Estamos trancados no canto da direita
Aquilo em cima da mesa é uma folha
Um brilhante de baixa, anéis  e dedos
Partilhas em águas mornas
Por onde andam essas máscaras?
Um princípio de pequenos erros repetidos
Sobre o fogo que não vê o olho do coração
São coisas que você cansou de leu e foi dormir mais cedo


Eu vou sempre amar a vida. Esse é o meu mar. Eu e minha Ilha.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 28/03/2005
Código do texto: T8278
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 56 anos
3231 textos (120192 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/16 09:15)
Peixão