Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cada linha cruza uma vida...

Cada linha cruza uma vida
Nem flores, nem flores
Quantos odores, gostos, gestos, formas
Cruzam essas linhas
Nem todos os bancos de praça do mundo
Sustentam o pesar calado de uma vida
Flores da vida, em formas de odores
Vida, desgostos, gestos perdidos
Pessoas procurando saídas
Quando muitas, todas, nem encontram a entrada
Se entraram, foram para serem jogadas,
Talvez chutadas
Quantas mãos se levantam sob o banco
Na praça da vida
Sem beira, tão pouco eira.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 28/03/2005
Código do texto: T8315
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120249 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:13)
Peixão