Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Brilhante...

Brilhante
Assim se mostrou aquela peça
- Não é para o seu bico!
- Cai fora!!
Brilhante, vidro, vidraça
Uma loja na praça
Um frio bate na nossa cara
-Sai fora, vagabundo!
Esse grito, esse grito
Nojento, não se pode olhar
Olha a pedra, olha pedra
Um tijolo, um vidro, um grito
Este tiro no ar, quase aflito
Outro tiro, tudo azul, azul, azul e preto
Podia ter sido qualquer um
Um vidro, o tijolo, o corpo
Mais um carro passando e parando
Tumulto, um gesto, o desespero
E o corpo é jogado no carro
Carro, morto, morte, morto
Nojento, não se pode olhar, só olhar.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 28/03/2005
Código do texto: T8316
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120251 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:20)
Peixão